Médicos rejeitam o Neo-Darwinismo

médico

O célebre geneticista russo Theodosius Dobzhansky (1900-1975) , certa vez disse :

“Nada em Biologia faz sentido a não ser sob a luz da Evolução” [1]

Caso Dobzhansky esteja correto, seria impossível para a empreitada da experiência médica -principalmente em Biologia Humana- rejeitar o Darwinismo.

Pois bem, uma pesquisa feita pelo Instituto Finkelstein descobriu que cerca de 60% dos médicos nos EUA consideram que o Design Inteligente teve importância na origem e desenvolvimento dos seres humanos.

Se puder, vá ao link da enquete e confira (margem esquerda, questão 7) :

Clique aqui

Somente a terceira resposta se encaixa na visão darwiniana da evolução por seleção natural.

Os darwinistas podem insistir que a maioria dos 60% era simplesmente uma conspiração de médicos cristãos fundamentalistas, mas a pesquisa por grupo demográfico sugere o contrário.

Na verdade, vários biólogos altamente qualificados com registros impressionantes de realizações colocam-se a favor do Design Inteligente. Por que será? Vai ver porque, de fato, o Design Inteligente seja uma conclusão óbvia e evidente do que sabemos hoje em Biologia.

No mínimo temos uma controvérsia. Não dá para escapar.

[1] Theodosius Dobzhansky, “Biology, Molecular and Organismic”, American Zoologist, volume 4 (1964), pp 443-452.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *