A Teoria de Darwin Tem Concorrente, a TDI

adversary-proceedings__64714

 

A TDI é como os outros argumentos nas ciências históricas. Em ciências históricas se infere a melhor explicação.

Por exemplo, há muitas explicações concorrentes para coisas como a origem da vida, porém, todas elas podem ser dividas em duas categorias :

1 – explicações de causas inteligentes
2- explicações de causas materiais

A Teoria do Design Inteligente, alega que uma causa inteligente (a mente em ação) é a melhor explicação para certas características do mundo natural. Por quê? Ora, a inteligência é o único tipo de causa com comprovado poder de produzir algo como grandes quantidades de informação específica ou máquinas complexas que exigem que todas suas peças funcionem integradas.

O DI não é um palpite mirabolante, mas uma teoria científica que pode ser testada com base em métodos precisos. Nós sabemos detectar design no nosso cotidiano.

Então, eu lanço duas perguntas para você :

1- É logicamente possível que coisas como flagelo bacteriano, ATP Sintase, Cinesinas, etc..tenham sido concebidas (mente em ação)?

2 – Em caso afirmativo, há alguma maneira de poder afirmar isso pelo estudo delas e do mundo que nos rodeia?

Bem, se você é um darwinista, vai responder “não”, para as duas perguntas.
Provavelmente você vai dizer que cientistas reais, independente de suas convicções religiosas, devem deixar de fora a possibilidade de design inteligente ao fazer ciência. Ou talvez você diga que mesmo que alguma coisa tenha sido projetada, isso só poderia ser conhecido por meio de uma revelação divina.

Bem, mas se você for um inteligentista, certamente vai responder 1 e 2, com um “SIM”.

Ou seja,
É pelo menos logicamente possível que algumas coisas na natureza tenham sido projetadas.

É logicamente possível que tais coisas tenham evidências de terem sido projetadas.

Isso parece absurdo? Olha…eu acho essas duas afirmações bastante modestas e razoáveis. Imagine, por exemplo, alguém afirmando o contrário :

” Não, não é logicamente possível que algumas coisas naturais não tenham sido projetadas, e mesmo que algumas coisas naturais tenham sido projetadas, não é logicamente possível que tais coisas tenham evidências de terem sido projetadas!”

Olha só…acho que muitas pessoas, incluindo muitos ateus, achariam essa posição extremamente radical.

Agora pensa comigo, se nós rejeitarmos essa posição de não, e não…o que acontece? Ora, se aceitarmos que é pelo menos logicamente possível detectar design real na natureza, ué, vamos até a natureza e ver se há provas claras de design intencional ué!

No mínimo, temos uma controvérsia.

Assista :

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *